Tamanho do texto:
Atualizado em: Sexta-feira, 19 2018 outubro
Questões de desenvolvimento

Haiti diz que 17 morreu em terremoto, mais do que casas 2,000 danificadas

Conteúdo por: Voz da América

PORT-DE-PAIX -

O terremoto de final de semana que atingiu o Haiti matou pessoas 17, disseram autoridades na terça-feira, e danificou ou destruiu quase casas 2,500, provocando temores de que muitos edifícios estejam em um estado precário no empobrecido país caribenho.

O terremoto de baixa intensidade 5.9 atingiu o norte do Haiti no sábado, espalhando pânico, particularmente em torno de Port-de-Paix, uma cidade costeira que absorveu o impacto da onda de choque.

Mais duas pessoas foram confirmadas mortas na terça-feira, levando o número de mortos para 17, de acordo com a agência de proteção civil do Haiti.

Outro 333 pessoas ficaram feridas, disse. O primeiro-ministro Jean Henry Ceant disse que as casas 2,280 foram danificadas e o 168 destruído.

O terremoto, centrado na costa norte, foi um dos mais fortes a atingir o Haiti desde que um terremoto de magnitude 7.0 perto de Porto Príncipe matou dezenas de milhares de pessoas em 2010.

Houve vários tremores secundários, causando alarme em Port-de-Paix, particularmente dentro da prisão local.

"Os muros da prisão estão todos rachados pelo terremoto, e o prédio pode entrar em colapso e matar todos nós a qualquer momento", afirmou o detento Dosty Pierre, 30, de sua cela na prisão.

Ele e outros prisioneiros instaram as autoridades a movê-los.

O chefe da polícia administrativa nacional, Carl-Henry Boucher, disse à Reuters que as autoridades penitenciárias da capital estavam trabalhando na questão, mas não sabiam quando os prisioneiros seriam transferidos para uma prisão diferente.

No domingo, os prisioneiros organizaram uma rebelião para escapar e sair de suas celas, mas guardas e policiais antimotins frearam a prisão, disse Jackson Hilaire, chefe de polícia da região noroeste.

Se conectar com US

Assine a nossa newsletter